EL CORTE INGLÊS // Madrid

É como se fosse o corte ideal de roupa. O requintado, justo e certeiro desenho das vestimentas britanicas.

Como não lembrar dos ternos da Inglaterra? Não é de hoje que são considerados os mais caros e elegantes.

Ternos que já vestiram Reis, príncipes, ministros, jogadores de futebol metidos a modelo e até os mais estilosos roqueiros (como um Beatle).

Só que apesar do nome, “El Corte Inglês” não tem tem nada da terra da Rainha. Bem pelo contrário, é bem espanhol!

Eu explico!

Esse é o nome do departamento comercial mais famoso da europa. Principalmente Espanha e Portugal.

Se você nunca ouviu falar nesse tal de “Inglês”, programe uma tarde para vistar a rede de lojas de departamento que já virou ponto turístico! Sim, ir a Espanha exige uma passadinha no “El Corte Inglês”.

Como tudo na Espanha, lá vem mais uma história…

Ramón era um homem que pensava grande. Queria ser um promissor empresário… mas faltava o principal. Ramón não tinha tanto dinheiro.

Para recomeçar a vida e tentar a sorte no mundo dos negócios era preciso ter visão e capital. Visão de futuro Ramón tinha (e olha que essa história se passa na década de 30, poucos anos antes da Guerra Civil Espanhola). Para alguns, a crise rondava Madrid. Foi em meio a este furacão que Ramón sonhava.

O plano era abrir seu próprio comércio. Foi um tio que serviu de fiador para comprar a primeira lojinha… uma pequena alfaiataria construida em 1890. O antigo prédio chamou a atenção do então aprendiz de empreendedor. “El Corte Ingles” ficava em pleno centro de Madrid.

E começa a aventura empresarial de D.Ramón Areces.

Ramón estava certo.

Em época de crise os negócios foram pra frente. Justo na época em que ninguém se arriscaria nesse tipo de investimento.

Quase dez anos depois ele conseguiu comprar um prédio inteirinho, também no centro de Madrid. Os três primeiros andares eram destinados para a loja que não parava de crescer.

Eram apenas sete empregados… mas convenhamos, a guerra mal havia acabado, ter sete empregados era típico de uma grande empresa.

Nos anos seguintes surgiu a pergunta: o que vender nos dois novos andares que seriam abertos? Estava criada a loja de departamentos.

El Corte Inglês explodiu em vendas na década de 60 e hoje é a maior loja de departamentos da Europa, com mais de cem pontos, incluindo em Portugal.

Confesso que o preço não é o maior atrativo (apesar de que comparado ao Brasil há muitas vantagens). O melhor é a variedade. Tem de tudo! Precisei comprar uma mala nova para trazer meus presentes da Espanha. Foi na loja “El Corte Ingles” de Valencia que achei uma mala grande por 49 euros. Algo que, aqui no Brasil, não sairia por menos de 300 reais.

Sim, você se perde entre tantas mercadorias. De alimentos, roupas, perfumes, eletronicos, eletrodomésticos, dvds a quinquilharias em geral.

Já adianto, “El corte Ingles” é uma perdição para os consumistas…

O grupo não se limita às lojas de departamento mas hoje é composto por diversas empresas como Viajes El Corte Inglés (agência de turismo), Hipercor (hipermercados), Opencor (loja de conveniência), Supercor (supermercados), Informática El Corte Inglés (produtos de informática) e a famosa Sfera (rival da Zara).

Por isso não pense que é brincadeira quando alguém sugerir para você incluir no seu roteiro à Espanha uma paradinha rápida em um das lojas “El Corte Inglês”.

Ah, quer saber o endereço? Não precisa. Você vai se deparar com várias, várias lojas ao longo do caminho…

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s