MÉRIDA// Espanha

Por alguns minutos me imaginei no filme GLADIADOR, famoso pelas cenas de combate entre os homens e entre as feras.

Hoje, os prisioneiros lutadores não existem mais e nem os animais ferozes que sangravam aqui até a morte. Pouco sobrou daquele espetáculo. Mas o que resistiu ao tempo se transformou em um espetáculo ainda maior.

Pode até ser difícil de acreditar mas estou no centro desta gigantesca arena. Lugar que reunia uma multidão para um grande e sofrido prazer romano: as lutas entre os gladiadores.

O mais difícil de imaginar é que não estou em Roma. É num pedaço da Espanha que ainda vive uma das maiores riquezas daquela época e daquele povo.

Estamos falando de um tempo em que os romanos ocupavam essas terras. Época em que nem se ouvia falar em Jesus Cristo.

Mérida fica distante 340 quilômetros de Madrid. Mas é como se estivéssemos muitos e muitos quilômetros a mais.

É nesta pequena cidade que 60 mil habitantes vivem ao redor de grandes e duradouras ruínas da história. Fragmentos de um passado que ainda se mantém em pé.

A primeira imagem, e que talvez nunca mais eu vá esquecer de Mérida, é justamente daquela arena. Espaço onde 15 mil pessoas se acomodavam da pior forma possível só para assistir os prisioneiros e escravos lutarem contra outros homens. Era ainda mais emocionante para aquela platéia sedenta por mortes quando disputavam a vida com leões e tigres famintos. O povo ia ao delírio. Queriam sangue. Era o futebol de ouro num Maracanã da época.

Sentei em uma das pedras daquela arena gigantesca e tentei entender como as sangrentas lutas aconteciam. Na minha imaginação ouvi os gritos da torcida assim que os guerreiros entravam em cena. Tudo isso acontecia ali… tão pertinho de mim mas tão distante no tempo.

Este sítio arqueológico só foi descoberto recentemente. Pouco mais de cem anos atrás mas conseguiu conservar bem uma Roma espanhola.

Só isso já tornaria Mérida uma parada obrigatória em qualquer mochilão na Espanha.

Mas não pára por aí! Ao lado da arena das feras – ao lado mesmo – outro grande tesouro histórico foi encontrado. A arquibancada é pouco menor. A capacidade é para até seis mil pessoas. Todas tinham uma visão perfeita do palco de pedra. Lugar onde os famosos teatros romanos eram encenados.

Não se preocupe, ao contrário de qualquer outro museu a céu aberto, nesse você pode caminhar tranquilamente entre os bancos improvisados. Pode até sentar nas pedras nada confortáveis por onde um passado inteiro passou. Tire fotos à vontade sem nenhum segurança vir atrapalhar esse registro. Esse pedaço de Mérida é para isso mesmo: registrar!

Por onde a gente caminha encontra esculturas tipicamente romanas que deixam ainda mais rico este pedaço da história. O verdadeiro parque de lazer dos povos antigos.

Era o final do meu mochilão pela Espanha e eu tinha mais alguns quilômetros de chão até chegar em Madrid, onde terminaria o meu roteiro.

Mérida estava cravada justamente na metade desse trajeto e poderia ser uma parada estratégica para dar uma relaxada até encarar novamente a estrada. Mas como não tive tempo de pesquisar sobre as cidades do meio do caminho nem sabia da existência desse cantinho histórico. Foi quase que por acaso.

O calor em Mérida é infernal. Não há muitas opções de sombra e para conhecer essa parte da Espanha é preciso gastar a sola de sapato mesmo.

Por isso, além do sítio arqueológico (obrigatório), descobri os museus que guardam mais um pouco da história desse lugar. Não sou apaixonado por museus mas além de muitas coisas curiosas encontrei lá também sombra e água fresca – tão necessárias naquela altura da viagem.

Mas não adianta! O maior tesouro de Mérida está nas ruas, ao ar livre. Por ser uma área protegida pela UNESCO e que requer muitos cuidados obviamente é preciso pagar para visitar o parque arqueológico. Nada muito caro. Na época gastei menos de dez euros. E já adianto: valeu a pena cada centavo.

Essa é mais uma das muitas riquezas que a Espanha nos reserva. Mesmo sendo uma riqueza tão Romana em terras tão espanholas.

mérida

Mérida3

mérida2

 

Anúncios

4 comentários sobre “MÉRIDA// Espanha

  1. Amo viajar, numa conversa fui perguntada sobre qual seria a melhor viagem, ao que respondi: todas que ainda não fiz. E você? qual a que mais gostou?

    1. Leninha, não tenho uma preferida! Gostei de todas as que eu fiz! Cada viagem é tão especial quanto a outra! É impossível escolher! Seja bem vinda e volte sempre! 🙂

  2. Estou Maravilhada Com Tudo isso aqui , você realmente faz com que agente viaje junto com você em Pensamento !
    Começo a ler sobre uma das suas Viagem e Ja que ver as Outras(viciante) hehehe *_* ! Viajar eh simplesmente Maravilhoso !
    Parabéns , você merece Todo sucesso que tens e teras nessa Profissão Maravilhosa !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s