O QUE FAZER EM BARCELONA // Barcelona, Espanha

Conheci duas Barcelonas: a do inverno e a do verão.

Quando fui em setembro aproveitei um dos melhores lugares do mundo. Já em dezembro, quando fui pela segunda vez, conheci uma cidade congelante e sem muita graça.

Pra começar é preciso dizer que não gosto do frio e isso pesa na minha opinião.

Barcelona é a cidade do pecado, das paixões, do mar, das belezas naturais e do colorido do Gaudí. Não combina em nada com o tempo fechado, chuvoso, cinzento e com aquele vento de cortar a pele do inverno.

Por isso, a minha primeira dica é: nunca vá à Barcelona no inverno. Deixe para curtir o frio em cidades que ficam muito mais charmosas quando a temperatura despenca. Não é o caso da Espanha.

Mas há sempre o outro lado da moeda. Moeda mesmo, dinheiro! Por ser inverno, e por poucas pessoas pisarem aqui nessa época, os preços caem e agradam ainda mais os viajantes. Se o seu problema é grana: tudo bem, encare esse friozinho!

Antes de montarmos um roteiro é preciso explicar em que cantinho do mundo estamos. Barcelona é a capital da Cataluña (um dos Estados da Espanha que aqui eles chamam de comunidades autônomas).

A Cataluña nunca aceitou o fato de ter se ligado à Espanha no final da Guerra da Sucessão Espanhola. De lá pra cá o povo sempre tentou se separar do restante do país. A Cataluña tem um idioma próprio – o catalão (é bem difícil). Muitos aqui acreditam que essa região não pertence à Espanha – pelo menos de coração pois no papel ainda pertence. E o que mais se ouve por aqui é numa possível separação de vez do território espanhol. Por isso tenha sempre em mente que eles buscam a tal independência, que eles querem se separar da Espanha, que possuem um idioma próprio e que nem sempre são receptivos com os turistas

Agora sim, vamos às dicas que podem ser muito bem aproveitadas ainda mais num dia de calor:

1) LA SAGRADA FAMÍLIA

Sei que pra muita gente visitar igrejas não é o programa preferido. Não é o meu também! Mas a “Sagrada Família” é diferente. É, sem dúvida, um dos lugares mais lindos e curiosos que já visitei! A estrutura dela desafia qualquer engenheiro e arquiteto. As curvas, as formas, os desenhos são absurdamente incríveis. Para você entender: a Sagrada Família começou a ser construída em 1882 pelo arquiteto Francisco de Paula del Villar y Lozano. No ano seguinte, longe de estar pronta, Antônio Gaudí assumiu às obras. O projeto feito por ele é tão grandioso e complicado que até hoje não foi terminado. Sim, mais de cem anos depois ela ainda está em obras. Dizem que esse é o grande charme da Sagrada Família e que nunca ela estará pronta.

Quando ficar pronta, e se ficar, a Sagrada Família será a maior igreja católica do mundo.

Não deixe de visitá-la! É impressionante. Só olhando por fora você vai se assustar com a estrutura mas na minha opinião por dentro é ainda mais incrível! O ingresso, para entrar na Sagrada Família, custa na faixa de 13 euros. A visitação abre por volta das 9 horas da manhã e encerra no final da tarde. Chegue cedo para evitar filas!

2)PARQUE GUELL

Eu já disse que Barcelona respira Gaudí, não é verdade? Pois bem, lá vamos nós para outro dos lugares mais lindos que já visitei e que mais uma vez tem as mãos do famoso arquiteto/artista.

O parque Guell foi desenhado por ele para se tornar um moderno e importante condomínio de casas… mas pelo visto não deu muito certo. Talvez a explicação esteja nos traços excêntricos de Gaudí. Sorte a nossa! O tal futuro condomínio virou um parque e hoje recebe milhares de pessoas do mundo todo. O parque é incrível! E por estar situado numa das regiões mais altas de Barcelona permite termos uma vista apaixonante da cidade! Reserve uma tarde ou uma manhã para visitar o famoso parque Guell!

Dica: vá sem carro. É bem mais fácil! O transporte público é barato e muito, muito bom! Um ônibus também vai te deixar próximo!

No parque há sempre apresentações de artistas de rua (principalmente tocando violão, violino ou cantando). Se programe para passar alguns horas aqui. Três horas serão muito mais do que suficientes!

Há bares e banheiros no parque e no lado de fora lojas com presentinhos lembrando Barcelona, Gaudí e o famoso parque.

3)RAMBLA

La Rambla é a famosa calçada que liga a praça da Cataluña (que vou falar mais adiante) até o mar. É uma caminhadinha longa, uns 20 minutos – e deve demorar ainda mais pq certamente você vai parar em qualquer cantinho.

Ao longo da rambla você vai se deparar com charmosos cafés, bons restaurantes, docerias, mercadão, lojas de lembrancinhas e muitos, muuitos artistas de rua. É lindo demais! E o melhor: é de graça pq trata-se de um calçadão à céu aberto.

Deixe para percorrer a Rambla no dia em que fores conhecer a Praça Cataluña já que uma está ligada à outra.

Atenção!!! Cuidado com os batedores de carteira. Os maiores “mãos leves” do mundo estão aqui em Barcelona e eles adoram essa região da cidade. Eles se aproximam, você nem percebe, e em poucos segundos desaparecem com a sua carteira. Você não vai nem reparar. Foi o que aconteceu comigo. Por estar na Europa achei que estivesse seguro mas esses assaltantes me fizeram ser mais uma vítima. Não percebi nada! Eles são muito rápidos! Por isso, nada de carregar carteiras nos bolsos e nem bolsas abertas. Procure não mostrar muito o dinheiro também e esteja sempre atento com o celular. Só o volume da carteira ou do celular no bolso da calça já chama a atenção dos assaltantes.

4) PRAÇA DA CATALUNA

A praça da Cataluña é a principal praça de Barcelona – e a maior também. São cinco hectares de monumentos, árvores e com um grande chafariz. Ela fica bem na região central da cidade. Sinceramente, não há praticamente nada para se fazer ali. Mas é importante dar uma olhada já que é um ponto muito bonito da cidade e tão importante. A praça já foi palco de grandes manifestações populares. No Natal a praça fica muito iluminada e até pistas de patinação no gelo são construídas para animar os turistas. Como a praça da Cataluña fica entre dois importantes pontos turísticos: Las Ramblas e o Passeig de Gracia (que vou falar mais adiante) recomendo muito que passe pela praça entre esses dois roteiros.

Outra dica: em frente à Praça da Cataluña fica o famoso bar “Hard Rock Café” – uma rede de bares que existe em vários lugares do mundo e que homenageia os astros do rock.

Programe uma parada no Hard Rock Café de Barcelona. É pequeno mas é clássico! Lá dá pra beber uma cerveja bem gelada, drinks até comidas de bar como batata frita e hamburgueres.

Em frente à praça também fica uma das lojas “El Corte Ingles” – tão famosa na europa. Nessa loja, de vários andares – se vende de tudo. De roupas à móveis. As mulheres vão enlouquecer lá!

5) PASSEIG DE GRACIA

Esta avenida é a verdadeira Disney para os consumistas. A avenida é gigantesca e ao longo dela estão as maiores e mais famosas lojas do mundo.

Gucci, Chanel, Louis Vuitton, Hermés, Dolce Gabbana, Valentino, Armani… estão todos aqui! Tudo bem, você é daqueles viajantes que não gostam muito de gastar. Não deixe de ir de qualquer forma. As vitrines são espetaculares! Você vai se sentir em Nova Iorque! Tudo gigantesco e muito iluminado. Sem contar que aqui você encontra primeiro o que vai virar moda no mundo só depois.

Se você é daqueles que gosta de gastar mas o problema é a grana, não se preocupe! Aqui na Passeig de Gracia há um prédio inteiro da famosa Zara e outro da H&M – marcas muito boas e, aqui na Europa, consideradas populares. Comprei uma jaqueta por 75 euros (o equivalente a 225 reais). Um ano depois ela estava sendo vendida também na Zara no Brasil por inacreditáveis 490 reais!

Passear por essa importante avenida vai te trazer outros grandes prazeres do que apenas consumir. Entre prédios antigos e lojas modernas/famosas você vai se deparar com obras do mestre Gaudí e que são paradas obrigatórias em Barcelona. Uma delas é a conhecida “La Pedrera” e a incrível Casa Batlló (que vou falar mais adiante).

De graça, pela rua, estão espalhadas reproduções de pinturas do Museu de Arte da Cataluña e prédios de vários artistas e arquitetos famosos e que vão precisar de alguns segundos para que você pare e os admire.

Na Passei de Gracia também estão cafés e restaurantes muito bons. Não precisa de indicações. Ao caminhar pela avenida você vai se deparar com todos eles. Recomendo muito parar em qualquer “bar de tapas”. Tapas, na verdade, são aperitivos espanhóis. Mas eles já são tão característicos que alguns bares são exclusivos de tapas. Eles ficam expostos no balcão e você escolhe qual vai querer. São pequenos e normalmente custam de 1 até 4 euros cada. Mas é o sabor da Espanha. Pare e experimente!

6) LA PEDRERA

No coração do Passeig de Gracia você vai se deparar com La Pedrera que também é chamada de Casa Milá. Você precisa e deve entrar afinal estamos diante de uma das obras mais importantes do genial Antoni Gaudí. La Pedrera foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Esta foi também a última casa residencial construída por Gaudí, que dedicou os últimos anos da sua vida ao projeto e construção da Sagrada Família.

O prédio residencial é na verdade uma grande escultura abstrata cheia de curvas e traços a la Gaudí. No interior é ainda mais interessante. A estrutura é inacreditável e você pode conhecer apartamentos decorados como se estivesse sendo habitado desde à época da inauguração. No porão há um espaço dedicado ao mestre Gaudí e no terraço uma vista incrível de Barcelona. Há opções de visitas guiadas também.

Não se preocupe pois você não vai ter nenhuma dificuldade de encontrar a Pedrera no Passeig de Gracia

7) CASA BATTLÓ

Lá vamos para um dos pontos turísticos mais procurados de Barcelona e que traz o nome de Gaudí. A Casa Battló também é conhecida popularmente como a “casa das máscaras” ou a “casa dos ossos”. Ganhou esses nomes pela semelhança de alguns elementos decorativos da fachada com máscaras e ossos humanos.

O prédio era pra ser mais um prédio comum, com vários apartamentos, mas se tornou hoje num imenso museu. Você vai perceber que da calçada centenas de pessoas tiram fotos e ficam observando a genialidade de Gaudí mas o melhor, como sempre, está lá dentro. Corredores, janelas, salas, terraço…tudo absurdamente incrível e bonito!

 

8) LA XAMPANYERIA

Eu sempre gostei de conhecer lugares que fogem do caminho dos turistas. Sempre há algo muito mais divertido e legal que só quem vive na região pode nos apresentar, não é verdade? Esse lugar indico agora. O nome parece ser de um bar chique “Champanheria” mas na verdade trata-se de um dos bares mais sensacionais que já conheci.

Primeiro, o lugar é simples. Simples até demais. É como se fosse uma garagem nos fundos de casa. Não tem conforto e nenhum tipo de luxo – e na minha opinião isso é o mais legal!

Não há bancos, poltronas, sofás… aqui é todo mundo de pé. Um aperto só! Mas uma coisa eu garanto: você vai se divertir e conhecer muita gente legal.

As taças de espumante são baratas, menos de um euro e as “tapas” muito saborosas.

Chegar lá é super fácil. Fica próximo da praia, da praça Cataluña, do Passeig de Gracia e das Ramblas.

Esse endereço vale a pena você anotar e incluir em seu roteiro!

CAN PAIXANO – LA XAMPANYERIA- Barceloneta / Carrer de la Reina Cristina, 7 / 08003 Barcelona – Spain / T. 93 310 08 39

De metrô você pega a L4 e desce na estação Barceloneta. Chegando lá, procure a Carrer de La Reina Cristina, 7.

9) BAIRRO GÓTICO

Barcelona é uma cidade moderna mas que ainda reserva um cantinho da história. Ao visitar o bairro Gótico você vai se sentir bem distante daqui.  Casas antigas, ruas estreitas, igrejas góticas vão fazer você se sentir no final do século XIX quando muralhas ainda cercavam esse lugar.

Programe uma manhã ou uma tarde para se perder nesse labirinto medieval. Mas cuidado! Evite frequentar durante a noite. Não é muito recomendável.

É no bairro Gótico que fica o museu de cera de Barcelona. Não é dos melhores! Existem outros pelo mundo muito mais incríveis. Mas vale a pena a visitação. Ainda mais pq lá existe um bar muito bacana chamado “El Bosc de les Fades”. Ele recria um bosque com fadas, duendes e outras criaturas fantásticas. É muito legal!

Café Bosque das Fadas
Café Bosque das Fadas

10) PORTO VELHO

Estávamos, até então, citando os lugares mais antigos de Barcelona mas esta cidade gigantesca possui lugares muito modernos também. É o caso do Porto Velho, que de velho só tem a idade. Trata-se da área do porto de Barcelona que foi toda revitalizada, em 1992, para a realização das Olimpíadas.

O lugar é muito astral, principalmente no fim de tarde quando milhares de viajantes lotam os bares e as mesas espalhadas pelo Porto para ver a noite chegar.

Se fores durante a manhã fique até o almoço. O cenário vale muito à pena. Se fores durante a tarde fique para acompanhar a chegada da noite.

Ali você vai encontrar também alguns cassinos, cinemas, shoppings, bares muito badalados. É ali que fica também o aquário de Barcelona (que falarei mais adiante) e museus como o da história da Cataluña.

11) AQUÁRIO DE BARCELONA

Normalmente os aquários espalhados pela europa são incríveis – o de Barcelona é mais um deles.

A estrutura é gigantesca. São vários tanques e com centenas de espécies de peixes. É claro que o mais divertido geralmente são os tubarões.

No aquário de Barcelona a grande novidade é que você pode nadar com os tubarões. É isso mesmo. Se você é corajoso poderá entrar numa piscina que te levará até as clássicas jaulas e lá você vai matar a vontade de ficar cara a cara com o rei dos mares. Vai ser um dos momentos mais inesquecíveis da sua vida! Mas é claro que essa aventura só acontece mediante 300 euros (quase mil reais).

Se te faltar coragem, ou dinheiro, irás te divertir de qualquer forma. Afinal estamos no maior aquário da europa. Poderás caminhar dentro de túneis de vidro de 80 metros embaixo de 4 milhões de metros cúbicos de água. Tu terás a sensação de estar caminhando no fundo do mar.

O preço, na época em que fui, era de 18 euros para adultos e 13 euros para crianças. Se aumentou não terá sido muito mais do que isso.

Se você tem tem criança inclua, obrigatoriamente, o aquário de Barcelona em teu roteiro. Caso não tenhas, inclua de qualquer forma!

http://www.aquariumbcn.com/

12) MONTJUIC (Plaza Espanña+ Arena de touros+ Fonte Mágica+ Parque Olímpico)

Montjuïc é uma colina que fica na área central de Barcelona. A grande revitalização desse lugar aconteceu em 1992 para as Olimpíadas. Aqui estão algumas das atrações mais legais e importantes da cidade. Por isso reserve um final de tarde para se aventurar bem por esses lados. Sugiro final de tarde para casar com o show da Fonte Mágica que acontece à noite (falarei disso mais tarde).

Comece o seu roteiro pela parte baixa. Em frente ao Montjuïc fica a famosa Plaza de Espanha. Sinceramente não tem nada demais. É uma “praça” (tipo uma rotatória no meio de uma grande avenida) com uma escultura linda e gigantesca no centro. Sei que muitos amam e ficam enlouquecidos por esculturas. Se você é uma dessas pessoas atravesse a avenida e a veja de perto. Caso contrário, tire apenas uma foto de longe.

Ao lado da Plaza está a antiga Praça de Touros de Barcelona. Essa sim merece um pouquinho mais da sua atenção (mas nem tanto). As touradas, tão famosas na Espanha, foram proibidas em Barcelona. Por isso o prédio, para não ser demolido, foi transformado num gigantesco centro comercial. Há várias lojas – inclusive de marcas- e restaurantes. Minha dica é para a loja do Futbol Club Barcelona. São vários produtos do time como camisas, bonés, bandeiras… para os amantes de futebol vale e muito. Dizem que os preços aqui são um pouco mais baixos do que no estádio. Quando eu visitei não percebi tanta diferença mas fica a dica!

Não perca muito tempo aqui. Minha sugestão é: observe a arena de fora – é linda e foi mantida da mesma forma da época das touradas. Não deixe de subir no terraço da arena. Lá do alto tu vais ter uma vista linda desta região de Barcelona.

Antiga Arena de Touradas
Plaza de España
Plaza de España

Ao sair da Arena você vai se deparar com a famosa “Fonte Mágica”. Durante o dia parece uma fonte como qualquer outra (vale fotos pois o cenário é lindo) mas é à noite que um espetáculo incrível acontece aqui. Por isso, continue o passeio e quando anoitecer volte para cá!

Falarei da Fonte Mágica mais para frente.

Ao lado da Arena e da Plaza España você vai avistar um palácio imponente e muito bonito! É o Museu Nacional de Arte da Cataluña. Há sempre exposições muito requisitadas ali. Mesmo que você não entre vai precisar parar em frente ao palácio pois é tudo muito bonito!

Ao fundo está o palácio que hoje abriga o museu. Mais embaixo está a “fonte mágica” que se torna mágica mesmo à noite. Este já é o monte Montjuïc.

O famoso monte Montjuïc trate-se justamente desse morro em que encontramos a fonte e o museu. Você poderá subir até o topo através das escadarias ou – uma opção mais moderna e menos cansativa – usar as escadas rolantes que foram instaladas ali.

Não deixe de fazer essa subido pois lá do alto você terá uma vista incrível da cidade.

Vista do monte Montjuïc
Vista do monte Montjuïc

Ao subir mais um pouquinho monte Montjuïc você vai chegar ao local mais procurado por muitos que buscam Barcelona: o parque Olímpico! O local em que vários jogos das Olimpíadas de 1992 aconteceram.

A primeira emoção – e não dá para esconder- é a pira olímpica que se mantém exatamente na mesma posição. Tudo bem que ela, e o estádio, parecem super pequenos diante do que víamos na televisão. Mas não deixa de ser emocionante!

O estádio Olímpico – local em que aconteceu a abertura e algumas das competições – normalmente está de portões abertos para visitação. Você pode entrar, gratuitamente, e sem ninguém ficar barrando sua entrada.

Ainda no parque Olímpico você pode visitar outros locais em que provas foram realizadas – como a quadra de volei e as piscinas das provas de natação.

Para os amantes da arte aí vai mais uma dica importante: quase ao lado dos campos e quadras fica a Fundação Joan Miró em que é possível ver obras originais do artista.

Nessa mesma região fica o Jardim Botânico de Barcelona – ótima sugestão para quem tiver crianças.

Anoiteceu? Então é hora de descermos o monte Montjuïc para assistirmos o grande show na “Fonte Mágica”.

Alguns dias da semana acontece o show das águas dançantes da fonte. É espetacular! O show foi criado ainda na época das Olimpíadas e se mantém até hoje. É uma das grandes atrações de Barcelona e atrai milhares de pessoas. Procure se informar os dias e os horários do show – ele sempre acontece à noite!

O show da Fonte Mágica é ótimo para incluir crianças.

13) POBLE ESPAÑOL

Esse passeio você pode fazer no mesmo dia em que visitar o parque Olímpico pois eles ficam muito próximos.

O “Poble Español” é uma espécie de parque temático. Os edifícios representam diferentes estilos arquitetônicos que ganharam destaque no país. Hoje os prédios são ocupados apenas  por restaurantes e lojas de artesanato.

Há boa infraestrutura, com lanchonetes, lojinhas de lembranças e restaurantes.

É como se fosse uma pequena vila da Espanha do passado.

Não é uma das grandes atrações de Barcelona. Ou seja: se tiveres pouco tempo, nem venha! Se tiveres tempo de sobra, ok! O lugar é bonito e rende fotos incríveis mas não há muito o que se fazer aqui.

14) CAMP NOU

Um dos lugares mais sensacionais de Barcelona: O Camp Nou! Ainda mais se for em dia de jogo!

O Camp Nou é o famoso estádio do Barcelona e precisa ser incluído em qualquer roteiro – mesmo por quem não é apaixonado por futebol.

Quando visitei Barcelona pela última vez me dei de presente uma partida para a Champions League – a competição mais importante da Europa e uma das mais emocionantes do mundo. Paguei caro! Na época 85 euros para ficar quase que no último lugar – láááááá numa das últimas fileiras e lááááá no último andar. Mas adianto que valeu cada centavo.

A vista que você vai ter do campo todo iluminado é incrível! Você sentir a torcida do Barça ao vivo, ali, pertinho de você é emocionante demais. Sem contar na hora que toca o famoso hino da Champions League e o Barcelona entra em campo! É de arrepiar!

Procure se informar dos jogos no período em que você estiver por Barcelona e procure assistir a uma partida!

Fui até o estádio de metrô. É muito seguro e tudo muito bonito!

Caso você não consiga assistir a uma partida, não deixe de ir ao Camp Nou de qualquer forma. Lá você encontra um museu contando a história do futebol catalão e ainda pode fazer uma visita guiada pelo estádio. Mas ainda afirmo que a maior emoção vai ser durante o jogo!

15)MERCAT DE BOQUERÍA

É tipo o mercadão da cidade – só que bem mais bonito e organizado do que os nossos. O Mercado deles fica na Rambla. Por isso programe uns 30 minutos para percorrer esse lugar fantástico enquanto percorre a famosa Rambla de ponta à ponta.

São dezenas de barracas de frutas, doces, flores e carnes – uma mais bonita do que a outra. Tudo decorado e que vai atrair muito mais seus olhares do que seu estômago. Pode tirar foto à vontade mas nunca toque em nenhum alimento. Eles não gostam e vão brigar com você!

A entrada no Mercado é gratuita e é muito interessante – mesmo que por alguns poucos minutinhos.

 

-Agora uma dica valiosa para você aproveitar melhor a sua viagem para Barcelona. Que tal já comprar agora ingressos para museus, festas, jantares com show de flamenco, passagens para o bus de turismo e outros pacotes e atividades para Barcelona? Agora você pode! Através de uma parceria com a TícketBar, uma empresa holandesa, você evita filas e ganha descontos aqui mesmo no blog.

Dá uma olhada no roteiro: basta clicar aqui! 

 

———————————————————————————————————————

Você pode acompanhar as minhas reportagens através da TV RECORD e as minhas viagens através do Instagram @marcusreisrs

Anúncios

9 comentários sobre “O QUE FAZER EM BARCELONA // Barcelona, Espanha

  1. Oi numa postagem de um dos seus blogs, vc descreve não gostar de touradas mas, até estimula os leitores a assistirem um dos shows, por ser uma festa, tradição, etc.. no outro, pareceu-me lamentar a Plaza de Touros vazia de …touros… (!?). De qualquer forma queria parabenizá-lo pelo blog tão objetivo e bem elaborado.. Suas fotos são lindíssimas, com colorido vivo, angulação perfeita –mesmo aquelas com as pessoas em movimento! Parabéns !

    1. Oi Jane, é que acho que é uma tradição antiga, não cabe mais nos dias de hoje mas de qualquer forma ainda existe em alguns países e achei válido informar. Quanto a Plaza estar vazia não estava me referindo aos touros mas por estar fechada e não permitir visitação. A arquitetura é linda e vale muito ser vista. Agradeço sua visita! Volte logo. Grande abraço

    1. Oi Amanda. Leve muitos agasalhos. Faz muito frio, sim. A temperatura máxima geralmente é de 14 graus e a mínima 0 grau. Janeiro é o mês mais frio do ano. Não chove muito, o que é uma boa notícia! A outra ótima notícia que te dou é que em janeiro acontece as tradicionais “barajas”, mega promoções nas lojas espanholas. Se pretende comprar vai poupar bastante nessa época. Boa viagem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s